Eu li o termo Preppy esses dias blogando por aí e, pasmem ou não, nunca tinha ouvido antes. Aí corri pra pesquisar (i love Google), e descobri muitas coisas bacanas sobre esse estilo. Então, resolvi compartilhar com vocês… Let’s Go?


Facilmente identificável na multidão pela classe e pelo alinhamento, o estilo Preppy é o estilo das pessoas supostamente comportadas. O termo surgiu na década de 50 para designar os famosos “filhinhos de papai” que estudavam nas grandes e tradicionais universidades americanas (preppy é abreviatura de “preparatory”) e que tinham uma maneira bastante peculiar de se vestirem para a época.
O termo teve sua grande aparição nos anos de 1970, com o filme Love Story, onde o personagem interpretado por Ali MacGraw’s tinha características dessa tribo.

 

 

 

Hoje, com a democratização do Preppy no mundo da moda (graças aos famosos seriados Glee e Gossip Girl), não é necessário pertencer a altas classes sociais para poder vestir-se com alguma característica desse estilo.
Reforçado em geral, pelos looks com inspirações esportivas, como o hipismo, o golfe, o tênis e o iatismo, faz das camisas polo e das calças de sarja, as queridinhas dos homens que adotam o estilo Preppy. Entre as mulheres, predominam os visuais de boa moça, repletos de saias com comprimento na altura dos joelhos, acompanhadas de suéteres, cardigãs, blazers e meias.
Marcas famosas como Lacoste, Pólo Ralph Lauren e Tommy Hilfiger inspiram-se nesse estilo para a criação de suas coleções.

BOYS

   
 

GIRLS

 


 

 

Olhando as imagens, eu acredito que é super possível aproveitar alguns elementos do Preppy e trazê-lo para o nosso dia-a-dia não é? Principalmente para o trabalho, que na maioria dos casos pede um look mais certinho. E vocês bunitas, o que acham desse jeito ‘patricinha’ de ser? Comentem

Bisous

(Fontes inspiradoras: Blog Sejamos Chiques e Site Wikipédia)

Postado por Bruna Pavinato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *